Free songs

Lipoaspiração: como lidar

lipoescultura-fotosA gordura do organismo está depositada nas células gordurosas as quais têm a capacidade de aumentar ou diminuir de volume de acordo com a maior ou menor quantidade de gordura absorvida no seu interior.

Vários locais do corpo servem de acúmulo para estas células. Abaixo da pele existe uma camada denominada de subcutâneo. A maior parte dessas células deposita-se nesta zona. Existem, entretanto, outras regiões que também servem de depósito, como por exemplo, no interior da cavidade abdominal, entre as alças intestinais. A maior parte do tecido gorduroso (ou adiposo), entretanto, deposita-se no subcutâneo.

Fator genético e alimentação lipoaspiracao_medidas-1327858

O grau de adiposidade de uma pessoa depende de vários elementos. Entre eles destacam- se os fatores genéticos e o tipo de alimentação. Os primeiros são elementos importantes de desencadeamento de um episódio maior ou menor de gordura. Há verdadeiras linhagens familiares que predispõem a estes depósitos. O tipo de alimentação também é fator importante no desencadeamento de acúmulo maior ou menor. O mau hábito alimentar provoca a obesidade. É sabido que o exercício e as dietas têm condições de provocar a queima de gordura e propiciar emagrecimento.

Existem, por outro lado, depósitos de gordura localizados em determinadas regiões do organismo, que por regimes alimentares ou exercícios, mesmo localizados, dificilmente são capazes de serem corrigidos.

Exemplos clássicos:

• A região abdominal inferior (abaixo da cicatriz umbilical). À medida que a pessoa avança na idade, este depósito tende a ficar cada vez maior, formando uma saliência mais ou menos proeminente.

• A região dos quadris é outra zona onde há acúmulo localizado de gordura, formando os culotes.

O estudo destas regiões de depósito localizado de gordura mostrou que exercícios, oumesmo emagrecimento, não têm condições de retirar completamente a quantidadede gordura aí depositada. Durante muito tempo o tratamento convencional para este tipo de alteração funcional e estética foi bastante difícil, pois era realizado com técnicasprecárias e com resultados que deixavam a desejar.

No final da década de 70, surgiu um método de retirada de gordura localizada atravésde procedimento denominado lipoaspiração. Consiste na introdução de uma cânula metálica no subcutâneo que, ligada a um aparelho de fazer vácuo, aspira quantidades de gordura. À medida que a cânula é movimentada no interior da zona de acúmulo de gordura, esta é absorvida para dentro da cânula e retirada do subcutâneo. Desta maneira, com esta cirurgia existe a possibilidade de retirar maior ou menor quantidade de gordura do interior das zonas de depósito exagerado.

A lipoaspiração não é um tratamento para a obesidade. Serve, sim, para retirar acúmulos de gordura localizada em determinadas regiões do organismo. No culote, por exemplo, a gordura deposita-se na face lateral da coxa, dando aspecto antiestético característico desta alteração.

Quando se faz a lipoaspiração, a retirada da gordura do subcutâneo inicialmente desencadeia uma zona de excesso de pele. Entretanto, com o tempo, este excesso vai sofrendo uma retração progressiva. Depois de 30, 60 ou 90 dias, observa-se que a pele não apresenta mais as dobras características do excesso. Às vezes são necessários de seis meses a um ano para que ocorra esta acomodação da pele.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*